IMAGENS DE 21/04/2000:   

BOM PRINCÍPIO-RS: 

Nos últimos 20 anos,  o Rio Grande do Sul passou por intensa transformação em relação à composição dos seus municípios;  passou de 232, em 1982,  para 497, em 2001.  Em 1981-1982,  foram criados 12 novos, dentre os quais destacam-se Bom Princípio, Teutônia, Capão da Canoa, Charqueadas e Parobé. O sucesso do primeiro grupo de municípios estimulou outras áreas a buscarem tal caminho de progresso; em 1988, outros 89 se emanciparam; em 1992, mais 94; em 1996, outros 40; e, finalmente, em 2000, mais 30.

Em todos os casos, de modo geral rápidas mudanças sucederam: melhorias na área da educação, saúde, cultura e lazer, infraestura e na economia em geral; em suma, a autonomia garantiu maior liberdade para se desenvolverem e prosperarem.

Os sinais das mudanças são claramente visíveis nas sedes desses municípios, mas também nas suas diversas localidades, que receberam significativas melhorias, com o asfaltamento de estradas, implementação de fábricas, construção de creches, postos de saúde, escolas, restaurantes e outras instalações e serviços,  como pode ser visto nas imagens a seguir, relativas a Bom Princípio:

a) Localidade de Morro Tico-tico:  123

b) Nova Colúmbia:  1234567 

(nesta localidade, muitos jovens trabalham como hábeis pedreiros da construção civil, em empresas  locais e do Vale do Sinos, principalmente em Novo Hamburgo-RS); 

c) Localidade de Santa Terezinha:  12345678

d) Vila Scherer, onde nasceu e moram parentes do ilustre cardeal Dom Vicente Scherer (in memoriam):  1

e) Localidade de Santa Lúcia (final de tarde):  123 

IMAGENS DE 19/12/2000:   

 BOM PRINCÍPIO-RS: 

concerto natalino e reinauguração de órgão de tubos, na Igreja Matriz:    

- apresentação de corais da região do Vale do Caí: 12,  34,  5,  6,  7,  8910

- reinauguração de órgão de tubos: 12,  3

(Observações complementares: a Igreja Matriz de Bom Princípio foi construída entre os anos de 1871 e 1910, numa época de franca expansão da colônia fundada por imigrantes alemães chegados em 1848; as paredes de pedras de grês foram erguidas em 1871; as imagens foram adquiridas em 1882, de Munique, Alemanha;  o altar-mor foi feito em 1884, pelo irmão Egloff e o carpinteiro Miguel Flach, de Alto Feliz-RS; a torre foi erguida em 1893; os sinos da torre foram adquiridos em 1895, da firma Masslol & Hansen, de Saarbrug, Alemanha; as naves laterais foram construídas em 1905; e as belíssimas pinturas internas foram realizadas em 1910, por Ferdinando Schlatter. Parte das pinturas foram posteriormente apagadas, durante a 2a. guerra mundial, porque continham dizeres em alemão. O órgão de tubos foi adquirido em 1923, da firma Spreiter, da cidade de Rietberg (Alemanha), com a intenção de integrá-lo às festividades dos 100 anos da imigração alemã no Brasil, comemorada em 1924; a reforma, recém concluída, contou com o auxílio de empresas da cidade; e as novas músicas foram tocadas por Renato Koch, um dos melhores organistas do Brasil na atualidade. O conjunto da Igreja constitui obra de inestimável valor cultural, histórico e religioso.

Fonte destas informações: Jornal Primeira Hora, 07/12/2000, de Bom Princípio-RS).

IMAGENS DE 19 e 20/05/2001:   

Os municípios do Vale do Caí alcançaram expressivo crescimento econômico nos últimos 10 anos. Bom Princípio obteve o melhor desempenho econômico no período de 1989 a 1999, no grupo de 12 municípios que se emanciparam em 1981-1982. A cidade ainda preserva características de vila bucólica, como pode ser visto nas imagens seguintes.

Imagens:   1234

IMAGENS DE 02/06/2001:  

Localidade de Bom Fim Baixo: 

a) Formação de "escadinhas de pedras", no Rio Caí, na divisa do município de Bom Princípio com a localidade de Escadinhas, do município de Feliz:  1,   2

b) Casa em estilo renano melhorado, típica da região:  1

IMAGENS DE 14/06/2001:  

Localidade de Santa Lúcia:   1,   2

Parte alta da cidade:   1,   2,   3,   45

Plantação de moranguinhos na localidade de Mambuí:   1

IMAGENS DE 30/06/2001

Descendo a serra, de São Pedro da Serra até Bom Princípio, via estrada de chão que passa pela localidade de Linha Francesa Baixa, percorre-se uma área muito bonita e bucólica, com formato de canaleta; no lado dos morros, de ambos os lados, podem ser vistas muitas propriedades agrícolas com modernos aviários; a região do Vale do Caí foi colonizada por alemães vindos da região alemã do Hunsrich, que fica no Vale do Reno, perto da fronteira da Alemanha com a França;  por isso, essa colonização é dita ser formada por descendentes de "franco-alemães"; é provável que para essa "linha" ou "picada" tenham vindo alguns colonos franceses de fato.  Logo adiante, já no município de Barão, existe outra localidade conhecida como Linha Francesa Alta.  Antes de chegar na RS-122, em Bom Princípio, a estrada de chão atinge a bucólica localidade de Nova Colúmbia; dali em diante, está asfaltada até atingir a localidade de Santa Terezinha, que agora tem a expectativa de se emancipar do município de Bom Princípio.

Imagens:   1,   2,   3

IMAGENS DE 04/08/2001

- várzea do Rio Caí, no limite do município com Feliz; ao fundo, aparece a área urbana do município:  1,   2,   3,   4

IMAGENS DE 07/07/2001:

O CTG (Centro de Tradições Gaúchas) Porteira Aberta realizou nesta data (07/07/2001) prestigiado fandango (baile tradicional gaúcho), animado pelo conjunto "Marca Gaúcha", de Rio Pardo-RS.

 A realização de fandangos faz parte do tradicionalismo gaúcho, que  possui inúmeros adeptos pelo Brasil afora, e mesmo no exterior; há estudiosos que afirmam ser ele o maior movimento cultural do mundo. Há centenas de CTGs e churrascarias gaúchas espalhados pelo Estado do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Paraíba, São Paulo e outros Estados, bem como em países tão distantes, como Estados Unidos, Itália e Japão (vide homepage do Movimento Tradicionalista Gaúcho, MTG).  

Dentre as manifestações mais típicas dos gaúchos (pessoas nascidas no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil, ou que assumiram a cultura do povo nascido nesta terra ou Estado), estão o uso de traje típico (pilcha dos peões e vestido das prendas), realização de fandangos em CTGs, hábito de tomar chimarrão e comer churrasco, cultivar música e dança gauchesca, uso de dialeto próprio (recheado de expressões como "bah", "tchê" e outras). 

A cultura gaúcha foi rapidamente assimilada pelos imigrantes de diferentes etnias (portugueses, africanos, alemães, italianos, poloneses e outros), que nesse Estado aportaram, a partir de 1737; nas andanças pelo Estado e outros lugares e quadrantes, em busca de novas áreas agrícolas, foram levando, como  sementes jogadas ao vento, esse sentimento de afeição pela terra e suas tradições, constituindo autênticos gaúchoscom muito orgulho.

O fandango realizado no CTG Porteira Aberta teve a presença de simpatizantes do gauchismo do próprio município de Bom Princípio, de municípios vizinhos, bem como de outros municípios mais distantes, como Porto Alegre. Também foi prestigiado pela rainha e princesas da 9a. Festa Nacional do Moranguinho, que será realizada em setembro próximo no Parque de Exposições da cidade.

O CTG de Bom Princípio possui uma arrojada e impressionante arquitetura do telhado,  que forma extenso vão livre, sem postes intermediários de sustentação.

Imagens do "fandango":     1,   2,   3,   45,   6,   7,   8,   9,   10,   11,  12131415

IMAGENS DE 21/10/2001:

Cores da Primavera:

Veja estas bonitas imagens da primavera, captadas na localidade de Piedade:  1,   2,   3

Casa típica da região:

Os colonos alemães que vieram ocupar a região do Vale do Caí (no Estado do Rio Grande do Sul)  provinham em sua maioria do Vale do Reno (situado no lado ocidental da Alemanha); por isso, construíam casas mais simples (que os bávaros do sul), que se caracterizavam, também,  por um costume peculiar aprendido no Brasil: as cozinhas eram separadas do restante das casas (com quartos de dormir e sala de visitas), com a finalidade principal de prevenir incêndios. Veja como era uma cozinha antiga típica:  1

IMAGENS DE 03/11/2001: 

No Brasil,  02 de Novembro é "Dia de Finados", em que se relembra e homenageia antepassados com flores e orações.  A preservação dos cemitérios é importante por múltiplas razões, além do religioso; neles, pode-se descobrir aspectos importantes dos costumes e da história de cada localidade (por isso, alguns consideram que sejam "museus a céu aberto"). Por exemplo, o tamanho e riqueza dos túmulos, lugar ocupado no conjunto, material de construção usado, tipo e significado das inscrições ajudam a revolver e compreender melhor a vida no passado. Veja algumas imagens do bonito cemitério (ou melhor, "jardim da paz")  de Bom Princípio-RS:  1,   2,   3,   4,   5,   6,   7,   8,   9  

Explicações auxiliares: Nicolaus Neis construiu, em 1866, uma microcervejaria em São Vendelino; também teria matado o tigre no alto de uma árvore, na expedição de colonos que foi ao encalço dos familiares de Lamberto Versteg, raptados por indígenas em 1868; Guilherme Winter foi o fundador da colônia de Bom Princípio; Peter e Anna Scherer eram os pais do saudoso cardeal gaúcho, já falecido, D. Vicente Scherer; e Felipe Selbach foi o loteador das terras que formaram, anos depois,  o município gaúcho de Selbach. 

IMAGENS DE 17/11/2001: 

- Defesa aguerrida de território:   1

Na imagem acima, um quero-quero defende heroicamente seu ninho, evitando a todo custo que ovelhas se aproximem. O ninho, camuflado, está localizado ao lado desta ave, que é tida como símbolo dos campos no sul do Brasil; no RS, é cantada em prosa e verso como sentinela dos pampas. Todavia, também pode ser vista e ouvida com frequência nas cidades, em que tomam conta de praças e parques.

IMAGENS DE 22/12/2001: 

Floração de extremosa em rua da cidade:   1,   2